quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

[ausente em parte certa, as ruas - #3]

.




«Estamos aqui. Interrogamos símbolos persistentes.
É a hora do infinito desacerto-acerto.

O vulto da nossa singularidade viaja por palavras
matéria insensível de um poder esquivo.»

de A Matéria das Palavras, Ana Hatherly



[imagem: Porto 2009, com retoques de desfocagem em Corel PhotoPaint]

.

3 comentários:

enletrasarte(Omar) disse...

una reflexión que pone a pensar
saludos

LauraAlberto disse...

a minha cidade fica perfeita na tua objectiva
[um destes dias vou roubar uma destas fotos]

abraço
LauraAlberto

Sahara Higino disse...

O enredo de frases
e fotografias;
encaixam-se perfeitamente bem.

Seguindo-te.