quinta-feira, 26 de abril de 2012

# 38





«Traidor, julgo, é quem muda aos olhos daqueles que não podem mudar e não mudarão, daqueles que detestam mudar e não podem conceber a mudança, apesar de quererem sempre mudar os outros.»

de Contra o Fanatismo, Amos Oz

[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]

.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

# 37





«Nomeei as coisas e fiquei contente:
Prendi a frase ao texto do universo.
Quem escuta ao meu peito ainda lá sente,
Em cada pausa e pulsação, um verso.»

de Nomeio o Mundo, Vitorino Nemésio

[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]

.


terça-feira, 24 de abril de 2012

# 36






... todos os dias, cada manhã
a primeira das luzes que vejo
esconde-se num quarto, no mundo!


[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]



.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

167 Objectos Insignificantes - X

. 



[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]

.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

# 35




[imagem: 2012 - Minolta Dimage Z3]

.

domingo, 15 de abril de 2012

# 34

.
 


«Uma vez um homem encontrou duas folhas e entrou em casa segurando-as com os braços esticados dizendo aos pais que era uma árvore.

Ao que eles disseram então vai para o pátio e não cresças na sala pois as tuas raízes podem estragar a carpete.

Ele disse eu estava a brincar não sou uma árvore e deixou cair as folhas.

Mas os pais disseram olha é outono.»

de Outono, Russell Edson

[imagem: 2010 - Minolta Dimage Z3]

.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

# 33




[imagem: 2011 - Minolta Dimage Z3]

.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

# 32

.





«não posso adiar para outro século a minha vida
nem o meu amor
nem o meu grito de libertação

Não posso adiar o coração.»

de António Ramos Rosa

[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]


.
.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

# 31

. 




«depois cerrou as pálpebras
 sobre os olhos enormes verdes espantados

ligeira
 divagando
 sobre o meu túmulo de ar.»

 de Ascensão, Samuel Beckett 




[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]

.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

# 30





«Um murmúrio de omissões, um cântico do ócio.
Eu vou contigo, voz silenciosa, voz serena.
Sou uma pequena folha na felicidade do ar.
Durmo desperto, sigo estes meandros volúveis.
É aqui, é aqui que se renova a luz.»

de Volante Verde, António Ramos Rosa

[imagem: 04.2012 - Minolta Dimage Z3]

.

terça-feira, 3 de abril de 2012

# 29

.
 



«Desde que nos deixaste o tempo nunca mais se transformou
Não rodou mais para a festa não irrompeu
Em labareda ou nuvem no coração de ninguém.
A mudança fez-se vazio repetido
E o a vir a mesma afirmação da falta.
Depois o tempo nunca mais se abeirou da promessa
Nem se cumpriu»

de Explicação da Ausência, Daniel Faria

[imagem: 2012 - Minolta Dimage Z3]


.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

# 28





«mas de verdade o que eu amo
é o do nada do mundo
que até duvido que exista
tanto se acolhe ao profundo.»

de Mundo, Agostinho da Silva


[imagem:: 2012 - Minolta Dimage Z3]

.

domingo, 1 de abril de 2012

# 27

.





«Quando eu partir, quando eu partir de novo
A alma e o corpo unidos,
Num último e derradeiro esforço de criação;
Quando eu partir...
Como se um outro ser nascesse
De uma crisália prestes a morrer sobre um muro estéril,
E sem que o milagre se abrisse
As janelas da vida. . .
Então pertencer-me-ei.»

de Quando Eu Partir, Ruy Cinatti

[imagem: 2012, Minolta Dimage Z3]

.